ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Abertura]

O saber explícito do funcionamento da língua

quadrobranco1. Os alunos portugueses do 6.º ano revelam dificuldades, sobretudo, na conjugação dos verbos (regulares e irregulares), evidenciando falhas a nível do conhecimento explícito da língua, como o comprovaram os resultados das provas de aferição divulgados pelo relatório do Gabinete de Avaliação Educacional (GAVE). Tal desconhecimento poderá implicar que esses adolescentes não distingam o uso de formas verbais semelhantes, tais como pode, pôde ou pude, o que é grave. Não há dúvida, de facto, de que a avaliação leva à conclusão de que «permanecem aquém do que é desejável no que respeita ao conhecimento explícito da língua». Por isso, a interiorização dos conteúdos gramaticais é factor determinante para o domínio da língua. É essa a razão pela qual o conhecimento das particularidades do funcionamento do idioma é uma das competências previstas nos programas de Português e de Língua Portuguesa, do ensino básico e secundário.

2. O valor dos tempos verbais tem sido, também, objecto de análise no Consultório, sinal de que é matéria de dúvida de todas as faixas etárias. As oito novas respostas em linha debruçam-se, sobretudo, sobre questões relacionadas com o léxico, desde o valor semântico de palavras (defasagem) e de expressões («no acto»), ao uso específico de certas palavras (composto e substância), à etimologia (banco), às famílias das palavras (de violento), aos aumentativos e diminutivos (de mata e sujo) e às palavras arcaicas no Brasil.

3. O programa Língua de Todos de sexta-feira, 12 de Novembro (às 13h15* na RDP África; com repetição no dia seguinte, às 9h15*), será dedicado ao rescaldo do que foi reflectido e proposto no recente encontro internacional realizado em Lisboa, sob a iniciativa da União Latina. Na emissão do Páginas de Português de domingo, 14 de Novembro (às 17h00*, na Antena 2), estará em foco a mais recente obra do cineasta português João Botelho, Filme do Desassossego, baseada no Livro do Desassossego, de Bernardo Soares, semi-heterónimo de Fernando Pessoa conhecido pelas abundantes considerações à volta da língua portuguesa. Falar-se-á, ainda, da disponibilização, via Internet, da Biblioteca Pessoal de Fernando Pessoa, a excelente iniciativa da Casa Fernando Pessoa, com o apoio mecenático da Fundação Vodafone. Ambos os programas se encontram também disponíveis em podcast, na página da rádio e da televisão públicas portuguesas, na Internet.

* Hora oficial de Portugal continental.

Ciberdúvidas da Língua Portuguesa :: 11/11/2010

[Aberturas]
Ciberdúvidas regressa no dia 10 de junho com novo visual gráfico
Um Ciberdúvidas com cara nova
Para desfazer confusões sobre a nova ortografia
O português no espaço digital
Em português, sempre
«Acordo Ortográfico bem encaminhado»
Brasileirismos, calão e pronúncia
O regresso do «tu-cá-tu-lá do português de Angola», com os Mambos da Língua
Uma língua pluricêntrica e multicultural
Encontros e desencontros da nova ortografia

Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos