ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Abertura]

Ensinar (ou não) em português

Em Timor-Leste, três escolas do ensino básico vão ter aulas nas línguas maternas locais, em distritos onde não são falados tanto o português como o tétum, línguas oficiais do território. O ministro da Educação João Câncio assegura que este projeto-piloto não vai resultar na adoção das línguas locais como línguas de instrução, mas apenas como instrumentos de introdução do conhecimento. Trata-se uma estratégia pedagógica para superar as dificuldades dos alunos que entram na escola, para quem o português é uma língua estrangeira.


Ainda sobre o (não) uso do português no ensino, em Portugal continuam os ecos às declarações do constitucionalista Jorge Miranda ao programa Páginas de Português, sobre  a agora chamada  School of Business and Economics, a Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa.


O consultório está encerrado durante o período pascal, mas vão sendo dadas respostas a perguntas já chegadas ao Ciberdúvidas sobre diferentes temas: esta sobre a variação gráfica de antropónimos como Ba(p)tista à luz do novo Acordo Ortográfico; a subtil diferença, nesta resposta, do significado de frases com muito e muitos; esta resposta sobre a existência de duas palavras – ramela e remela – para a mesma substância.




texto<br><br> descritivo da imagem

texto descritivo da imagem

Ciberdúvidas da Língua Portuguesa :: 03/04/2012

[Aberturas]
Ciberdúvidas regressa no dia 10 de junho com novo visual gráfico
Um Ciberdúvidas com cara nova
Para desfazer confusões sobre a nova ortografia
O português no espaço digital
Em português, sempre
«Acordo Ortográfico bem encaminhado»
Brasileirismos, calão e pronúncia
O regresso do «tu-cá-tu-lá do português de Angola», com os Mambos da Língua
Uma língua pluricêntrica e multicultural
Encontros e desencontros da nova ortografia

Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos