ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Abertura]

«É o verbo que nos faz mover»

«[...] é o verbo que faz mover
o discurso, dando à existência a sua qualidade
activa, e transformando-a no ser idêntico
que reúne em cada sujeito e estado, sem
distinguir uma ideia de outra. Porém, a
conjugação dos tempos e modos multiplica
o que dizemos por nós, por vós e por eles,
desde o passado ao futuro;»

Consciente do peso do verbo no nosso discurso, o poeta português Nuno Júdice dá-lhe o estatuto de tema poético em Gramática: o verbo.

Não fazer a conjugação correta do verbo em qualquer tipo de discurso gera situações bastante constrangedoras por que ninguém deseja passar. Área tantas vezes negligenciada, porque se criou o hábito de se confiar plenamente no saber intuitivo da língua, a realidade é que a mínima falha, ou mesmo indecisão, na flexão verbal — quer se trate de um complexo verbo defetivo ou de um irregular, de um impessoal ou, mesmo, de um regular — compromete irremediavelmente o seu emissor, sendo (quase) considerado como fatal não se saber fazer o uso adequado das formas verbais. Intrinsecamente ligada aos verbos, a colocação dos pronomes (enclítica ou proclítica) tem-se revelado como outra dúvida recorrente, assim como a preocupação em se distinguir o valor exato de cada palavra, sobretudo se se trata de casos cuja sintaxe implica a ocorrência de preposições (regências).

Estes são os temas das respostas deste dia, em que se destaca, também, a análise do processo de formação de palavras.


Entretanto, na rubrica Pelourinho, Wilton Fonseca debruça-se sobre a teimosia em se usar o estrangeirismo plafond (e a sua vasta família), desprezando-se o termo, tão português, teto, num texto publicado no jornal português i, de 27 de abril.


Devido ao feriado do  1.º de maio, voltaremos a 02 de maio.



texto<br><br> descritivo da imagem

texto descritivo da imagem

Ciberdúvidas da Língua Portuguesa :: 30/04/2012

[Aberturas]
Ciberdúvidas regressa no dia 10 de junho com novo visual gráfico
Um Ciberdúvidas com cara nova
Para desfazer confusões sobre a nova ortografia
O português no espaço digital
Em português, sempre
«Acordo Ortográfico bem encaminhado»
Brasileirismos, calão e pronúncia
O regresso do «tu-cá-tu-lá do português de Angola», com os Mambos da Língua
Uma língua pluricêntrica e multicultural
Encontros e desencontros da nova ortografia

Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos