ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Abertura]

Cuidado com a Língua! regressa
à televisão pública portuguesa

Cuidado com a Língua! volta a ser emitido na televisão pública portuguesa, a partir de segunda-feira, dia 14, agora na sua 8.ª série. Primeiro na RTP 1*, às 22h18, com repetição aos domingos2 e, também, na RTP Internacional e na RTP África. Com apresentação, como sempre, do ator Diogo Infante e com a locução da jornalista Maria Flor Pedroso e com um grafismo diferente e novas rubricas.

A barba e algumas das expressões e curiosidades a ela associadas são o tema do primeiro programa desta 8.ª série. Por exemplo, qual a diferença entre «barba à moda de D. Miguel» e «barba à moda de D. Pedro IV»?  E entre “suíças”,  “presuntos” e “matação”? E porque é que se diz que «os homens de barba ruiva não são de confiança»? Quanto aos habituais tropeções: «Sou um dos que ainda gosta de fazer a barba», ou «sou um dos que ainda gostam de fazer a barba»?

*Na RTP 1, às 22h18, com repetição aos domingos, às 11h00 (hora de Portugal continental). Também, na RTP Internacional e na RTP Internacional Ásia, aos sábados, às 19h45, na RTP África, aos domingos, às 11h00, na RTP Internacional América às sextas, às 4h45, na RTP Mobile, às segundas, às 22h30(hora de Portugal continental).


O consultório do Ciberdúvidas antecipa o seu regresso para segunda-feira, 14 de janeiro, tendo ficado adiada para a semana seguinte a mudança para a nova plataforma por razões técnicas. Entretanto, as Controvérsias continuam a dar relevo à polémica ortográfica, com um texto em que José Mário Costa sublinha que a decisão do governo do Brasil não foi adiar a aplicação do Acordo Ortográfico, mas, sim, prolongar o período de adaptação até ao fim de 2015. E entre as questões à espera de publicação e finalmente em linha, sobressai a de uma consulente da Galiza, que chama a atenção para uma curiosidade da sintaxe do português: em orações subordinadas comparativas com predicado diferente do da subordinante, a conjunção que não pode substituir a locução do que — ou seja, é correto dizer «exportamos menos do que importamos», enquanto «exportamos menos "que" importamos» tem aceitabilidade nula ou reduzida.

texto descritivo da imagemEstes e outros conteúdos estão também acessíveis na nossa página do Facebook, onde se encontram igualmente apontamentos áudio sobre vários tópicos linguísticos, como a locução «por mor de» ou a definição do termo publicidade.



texto descritivo da imagem

Cibercursos

A equipa da Ciberescola/Cibercursos da Língua Portuguesa tem aumentado consideravelmente o número de materiais de aprendizagem de Português Língua Estrangeira/Língua não Materna publicados em PDF, de modo a facilitar aos professores a utilização de documentos em papel nas suas aulas. Todos os exercícios aí disponibilizados são originais, produzidos por investigadores e professores pós-graduados. Veja a nossa equipa aqui.


Para o Ciberdúvidas continuar como serviço sem fins lucrativos e de acesso gratuito, tem sido decisivo o apoio de quantos aderiram à campanha SOS Ciberdúvidas. Interessa-se pelo futuro, pela atualidade, pelo passado da língua portuguesa? Porque não participar também neste movimento? Todos os esclarecimentos podem ser solicitados pelo endereço sosciberduvidas@gmail.com.

Ciberdúvidas da Língua Portuguesa :: 11/01/2013

[Aberturas]
Ciberdúvidas regressa no dia 10 de junho com novo visual gráfico
Um Ciberdúvidas com cara nova
Para desfazer confusões sobre a nova ortografia
O português no espaço digital
Em português, sempre
«Acordo Ortográfico bem encaminhado»
Brasileirismos, calão e pronúncia
O regresso do «tu-cá-tu-lá do português de Angola», com os Mambos da Língua
Uma língua pluricêntrica e multicultural
Encontros e desencontros da nova ortografia

Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos