ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Abertura]

A língua, espelho de comportamentos e afetos

 A língua é espelho do que somos – para o pior e para o melhor. Disfarçando situações pontuadas pela falta de ética, eufemismos ou metáforas podem dar rapidamente origem a novas palavras de reputação duvidosa, que se definem como calão ou gíria: é o caso de gasosa ou aguento, que Edno Pimental, na rubrica O Nosso Idioma, apresenta como indícios do muito que há a corrigir na gestão do trânsito rodoviário em Angola (texto original publicado em 13/02/2014 no semanário angolano Nova Gazeta). Na Antologia, Guadalupe Magalhães Portelinha canta uma língua tão polifacetada como a nossa natureza: «tem palavras caras/ a preço médio, para todos,/ palavras que podem ser perigosas, se levianas/ que podem ser bravas, se de indignação/ que podem ser fortes, se de justiça/ que podem ser doces, se de amor/ que podem ser brancas, se de paz/ que podem ser soltas, se de liberdade». No consultório, reencontra-se numa velha saudação a sobriedade dos primeiros Romanos, e mostra-se como os substantivos nevasca e nevão estão associados a maneiras diferentes de perspetivar a mesma realidade. Outros temas ainda nas novas respostas: sinonímia, construções de dativo, a escrita de numerais, neologismos, contrações e coordenação de expressões nominais.


 Em Mambos da Língua – o tu-cá-tu-lá do português de Angola, série de apontamentos realizada pela Rádio Nacional de Angola, com a colaboração do Ciberdúvidas da Língua Portuguesa, pergunta-se: «ciclo vicioso», ou «círculo vicioso»? «Tragédia humanitária», ou «tragédia humana»? "Aço", ou "asso"?


No Língua de Todos de sexta-feira, 14 de fevereiro (às 13h15* na RDP África; com repetição aos sábados, depois do noticiário das 9h00*), Ana Sousa Martins comenta o processo de aplicação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa em Portugal. O Páginas de Português de domingo, 16 de fevereiro (às 17h00* na Antena 2), fala com o professor Ivo Castro, docente e investigador da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, sobre história da língua portuguesa. Estes programas integram as rubricas Palavrar, de Ana Sousa Martins, e Ciberdúvidas Responde, conduzida por Sandra Duarte Tavares.

* Hora oficial de Portugal continental.


 A Ciberescola da Língua Portuguesa procura falantes bilingues de bangla e português para acompanhamento de um professor de português em aulas por videoconferência, destinadas a alunos do 1.º ciclo de iniciação. Contacto: ciberescola.cibercursos@gmail.com.


Ajude este serviço gracioso e sem fins lucrativos, dedicado à língua portuguesa e à sua diversidade, a continuar viável. Bem haja pelo seu contributo.

 

Ciberdúvidas da Língua Portuguesa :: 14/02/2014

[Aberturas]
Ciberdúvidas regressa no dia 10 de junho com novo visual gráfico
Um Ciberdúvidas com cara nova
Para desfazer confusões sobre a nova ortografia
O português no espaço digital
Em português, sempre
«Acordo Ortográfico bem encaminhado»
Brasileirismos, calão e pronúncia
O regresso do «tu-cá-tu-lá do português de Angola», com os Mambos da Língua
Uma língua pluricêntrica e multicultural
Encontros e desencontros da nova ortografia

Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos