ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Abertura]

Português, língua estrangeira: das palavras às obras

As palavras são unânimes e abundantes sobre o lugar cimeiro a atribuir ao português entre as línguas mais faladas no mundo, mas o mesmo não ocorre a respeito da sua projeção como idioma ensinado a falantes estrangeiros. O que falta fazer? Muito, considera Ana Sousa Martins em texto disponível na rubrica Ensino (crónica transmitida no programa de rádio Páginas de Português). Com a qualidade da língua usada nos meios de comunicação social preocupa-se Paulo J. S. Barata no Pelourinho, a propósito de um velho erro dispensável, a confusão entre despensa e dispensa; e, em O Nosso Idioma, Edno Pimentel lembra o uso recomendado do verbo evacuar (texto original publicado em 6/02/2014 no jornal angolano Nova Gazeta). Finalmente, é de Angola, do Brasil ou de Portugal que chegam as dúvidas apresentadas ao consultório, tendo por tópicos a sintaxe do verbo merecer, o emprego adjetival de flamenco, o gentílico senense , o neologismo brigadeiria e a grafia de videoanalista.

Entretanto, continuamos a divulgar as reações e as sínteses noticiosas que, em Portugal, têm sido motivadas pelo debate e aprovação parlamentares da Resolução 890/XII, que «recomenda ao Governo a criação urgente de um Grupo de Trabalho sobre a Aplicação do Acordo Ortográfico». Assim, na rubrica Acordo Ortográfico (Controvérsias):

- faculta-se o acesso a um trabalho que o jornalista Pedro Sousa Tavares dedicou, no Diário de Notícias de 28/02/2014, à aplicação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (AO) nas escolas portuguesas, processo iniciado no ano letivo de 2011/2012;

– e divulgam-se as posições do constitucionalista português Pedro Bacelar de Vasconcelos e do tradutor e professor Vítor Santos Lindgaard.


 Em foco, no programa Língua de Todos de sexta-feira, 7 de março (às 13h15* na RDP África; com repetição aos sábados, depois do noticiário das 9h00*), o Plano de Ação de Lisboa, resultante da II Conferência Internacional sobre o Futuro da Língua Portuguesa no Sistema Mundial. No Páginas de Português de domingo, 9 de março (às 17h00* na Antena 2), além de o Plano de Ação de Lisboa também ser tema, incluem-se, a respeito do AO, os depoimentos do deputado português José Ribeiro e Castro, um dos promotores da resolução aprovada pelo parlamento português em 28/2/2014, e da professora universitária Teresa Rodrigues Cadete; lugar ainda para a rubrica Ciberdúvidas Responde, de Sandra Duarte Tavares.

* Hora oficial de Portugal continental.


 A Ciberescola da Língua Portuguesa e os Cibercursos aceitam inscrições em cursos individuais para falantes estrangeiros (Portuguese as a Foreign Language). Mais informação no Facebook e na rubrica Ensino.


  Ajude-nos a prosseguir, viabilizando com o seu contributo um espaço como este, sem fins lucrativos, onde se divulga e debate a diversidade da nossa língua comum. Bem haja pelo seu apoio.

Ciberdúvidas da Língua Portuguesa :: 07/03/2014

[Aberturas]
Ciberdúvidas regressa no dia 10 de junho com novo visual gráfico
Um Ciberdúvidas com cara nova
Para desfazer confusões sobre a nova ortografia
O português no espaço digital
Em português, sempre
«Acordo Ortográfico bem encaminhado»
Brasileirismos, calão e pronúncia
O regresso do «tu-cá-tu-lá do português de Angola», com os Mambos da Língua
Uma língua pluricêntrica e multicultural
Encontros e desencontros da nova ortografia

Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos