ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Abertura]

«Entre marido e mulher...»

«... não metas a colher», diz o ditado, que até rima mas nem sempre é verdade. Seja como for, porque será que em português, para referir um cônjuge masculino, não se diz homem, mas, sim, marido? Já um cônjuge feminino é simplesmente mulher, não existindo outra palavra que não seja a aplicada genericamente a todo o ser humano do sexo feminino. É assim porquê? O consultório dá resposta não só a estas mas também a outras perguntas, a saber:

– haverá uma palavra que designa de modo sintético um «período de quinze anos»?

– que significado terá memória num título como "Memória económica, estatística e topográfica do reino do Algarve"?

– que tempos e modos verbais podem ocorrer numa interrogativa introduzida pela locução «e se...»?


 No programa de rádio Língua de Todos de sexta-feira, 20 de junho (às 13h15* na RDP África, com repetição aos sábados, depois do noticiário das 9h00*), a professora Sílvia Helena Benchimol Barros, da Universidade Federal do Pará fala sobre a importância da língua portuguesa para a identidade amazónica. O Páginas de Português de domingo, 22 de junho (às 17h00*, na Antena 2), aborda os resultados alcançados em Portugal com os exames da disciplina de Português do 4.º e 6.º anos de escolaridade, numa entrevista com a professora Edviges Ferreira, presidente da direção da Associação de Professores de Português; na mesma emissão, dois outros apontamentos: a professora Irene Mendes comenta a riqueza lexical do português moçambicano, que conta com várias expressões características, entre elas, «não bater cem», ou seja, «estar perturbado, amalucado, esquisito»; e a escritora Regina Guimarães explica o que é a iniciativa Leitura Furiosa.

*Hora oficial de Portugal continental.


 Além de manterem livre o acesso a materiais diversificados para apoio do ensino e da aprendizagem do português, quer como língua materna quer como língua estrangeira, a Ciberescola da Língua Portuguesa e os Cibercursos promovem aulas individuais para alunos estrangeiros (Portuguese as a Foreign Language). Mais informações na rubrica Ensino.


Renovamos o apelo feito a todos os consulentes no sentido de ajudarem o Ciberdúvidas a enfrentar os custos da manutenção deste espaço dedicado ao esclarecimento, à divulgação e ao debate dos mais variados temas da nossa língua comum. Agradecimentos antecipados pelos contributos que nos fizerem chegar.

Ciberdúvidas da Língua Portuguesa :: 18/06/2014

[Aberturas]
Ciberdúvidas regressa no dia 10 de junho com novo visual gráfico
Um Ciberdúvidas com cara nova
Para desfazer confusões sobre a nova ortografia
O português no espaço digital
Em português, sempre
«Acordo Ortográfico bem encaminhado»
Brasileirismos, calão e pronúncia
O regresso do «tu-cá-tu-lá do português de Angola», com os Mambos da Língua
Uma língua pluricêntrica e multicultural
Encontros e desencontros da nova ortografia

Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos