ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Abertura]

Para rimar com França + as regras do hífen

Para rimar com França, temos palavras como vizinhança, herança ou mudança. E que tal aragança? É verdade que rima na expressão «Franças e Araganças», mas não se pode dizer que seja uma palavra que tenha uso corrente fora desta expressão, conforme se observa numa resposta do consultório. Da nova atualização fazem parte outras questões: em «sete da tarde», qual é relação sintática entre «sete» e «da tarde»? É possível combinar duas preposições depois de um verbo? Que diferença entre o aspeto habitual e o aspeto iterativo? E como se podem chamar os naturais ou habitantes da cidade de Leiria?


 Entretanto, uma chamada de atenção. No que se escreve a respeito dos contactos do novo governo da Grécia para encontrar alternativa às políticas de austeridade, lê-se contra-relógio e contrarrelógio. Recordamos que contra-relógio é a grafia que segue a anterior norma ortográfica (a de 1945). Contrarrelógio é forma decorrente da aplicação do novo acordo ortográfico (AO 90), que vem simplificar as regras do hífen em casos de prefixação: assim, os prefixos terminados em vogal só são seguidos de hífen quando o segundo elemento que constitui a palavra derivada começa pela mesma vogal (ex.: contra-ataque) ou por h (contra-harmónico); em todos os outros casos, juntam-se sem hífen (contracampo, contraluz, contramão), dobrando-se as letras r e s, se estas forem a primeira letra da base da derivação (contrassenha, contrarrelógio). Para saber mais sobre a hifenização no quadro do AO 90, consulte-se a secção "Hifenização" dos "Critérios de aplicação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990", documento associado ao Vocabulário Ortográfico do Português, disponível no Portal da Língua Portuguesa. E, ainda neste mesmo espaço, um Guia rápido para a aplicação da nova ortografia.


A Fundação “O Século” promove e acolhe, de 2 a 7 de fevereiro de 2015, o I Encontro de Literatura Infanto-Juvenil da Lusofonia. Informações sobre este evento, que tem a coordenação do poeta José Fanha e da ilustradora Isabel Minhós Martinsaqui e aqui.


O programa Língua de Todos (sexta-feira, 6 de fevereiro, às 13h30*, na RDP África, com repetição em 7/02, às 9h10*) entrevista Marisa Mendonça, diretora do Instituto Internacional da Língua Portuguesa, para um balanço dos primeiros meses à frente do instituto e dos seus projetos. No Páginas de Português (domingo, 8/02, às 17h00*, na Antena 2), Francisco Ramos, do Observatório da Língua Portuguesa, tece considerações sobre as estatísticas existentes para uma leitura da importância da língua portuguesa; e o sociólogo português Boaventura de Sousa Santos, professor catedrático jubilado da Universidade de Coimbra, aborda a questão de a língua portuguesa ser ou não periférica à produção científica. Nesta emissão, dedica-se ainda um apontamento sobre as celebrações do centenário da revista Orpheu, marco fundamental da história do Modernismo português.

* Hora oficial de Portugal continental, ficando também disponível via Internet, nos endereços de ambos os programas.


texto descritivo da imagemNo âmbito dos projetos que desenvolvem, a Ciberescola da Língua Portuguesa e os Cibercursos promovem o ensino e a aprendizagem da língua portuguesa (materna e não materna), produzindo e facultando gratuitamente materiais didáticos. Mais pormenores e informação sobre cursos individuais para estudantes estrangeiros (Portuguese as a Foreign Language) no Facebook e na rubrica Ensino.


O apelo SOS Ciberdúvidas dirige-se a quantos nos acompanham pelos quatros cantos do mundo para nos ajudarem a assegurar a viabilização deste serviço que há 18 anos divulga, esclarece e debate temas da língua portuguesa, em toda a sua diversidade. Para contribuir com o seu donativo, agradecemos que siga as instruções indicadas aqui.

Ciberdúvidas da Língua Portuguesa :: 04/02/2015

[Aberturas]
Ciberdúvidas regressa no dia 10 de junho com novo visual gráfico
Um Ciberdúvidas com cara nova
Para desfazer confusões sobre a nova ortografia
O português no espaço digital
Em português, sempre
«Acordo Ortográfico bem encaminhado»
Brasileirismos, calão e pronúncia
O regresso do «tu-cá-tu-lá do português de Angola», com os Mambos da Língua
Uma língua pluricêntrica e multicultural
Encontros e desencontros da nova ortografia

Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos