ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Abertura]

Alcunhas (ou apelidos) dos Açores

Como no Brasil, também nos Açores se pode dizer apelido aquilo que no continente é conhecido como alcunha. E que alcunhas ou apelidos se usam no arquipélago? A rubrica O Nosso Idioma disponibiliza um texto do jornalista açoriano Joel Neto publicado no Diário de Notícias justamente sobre os nomes usados nas ilhas açorianas; são exemplos Chorica, porque o/a visado/a chora ou se queixa frequentemente, e Fininho, certamente em alusão à magreza –, mas há mais.

No Pelourinho, retomando anteriores chamadas de atenção registadas aqui no Ciberdúvidas – a última das quais foi esta –, inclui-se um apontamento do professor António Bagão Félix, respigado do blogue Tudo Menos Economia, sobre o uso incorreto do adjetivo humanitário na comunicação social portuguesa.

O consultório põe em foco dúvidas quanto à sintaxe e boa formação de palavras, além de explicar como se referenciam as imagens usadas num documento; e, ainda, em nota a uma resposta recente, a nossa consultora Sandra Duarte Tavares apresenta mais argumentos para considerar que a sequência «já tenho problemas que cheguem» é uma frase correta, ao contrário de «já tenho problemas "que chegue"».


 Salientamos o seminário “Projeção Internacional da Língua  Portuguesa: presente e futuro” que se realiza no dia 20 de fevereiro, na sede da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), em Lisboa. A entrada é livre, devendo os interessados inscrever-se até 19 de fevereiro (contactos aqui).


No programa de rádio Língua de Todos de sexta-feira, 20/02 (às 13h30*, na RDP África; com repetição em 21/02, às 9h10*), pergunta-se: uma sobremesa pode ser "decadente"? Como se conjugam os verbos dar e ir? Professor e docente serão palavras sinónimas? A emissão do Páginas de Português de domingo, 22/02 (às 17h00*, na Antena 2), é dedicada aos dicionários e, para tanto, em entrevista, a professora universitária Margarita Correia levanta as seguintes questões: que tipos existem? Quais são os de referência? E haverá novos dicionários, em parceria com outros países de língua portuguesa?


 Ciber EscolaA Ciberescola da Língua Portuguesa e os Cibercursos mantêm o acesso gratuito a materiais de apoio ao ensino e à aprendizagem da língua portuguesa (materna e não materna), além de aceitarem inscrições em cursos individuais para estudantes estrangeiros (Portuguese as a Foreign Language). Informações no Facebook e na rubrica Ensino.


 A quantos nos procuram para esclarecer e discutir os mais diversos temas da língua portuguesa, renovamos o apelo SOS Ciberdúvidas. Desde já, o nosso obrigado.

Ciberdúvidas da Língua Portuguesa :: 18/02/2015

[Aberturas]
Ciberdúvidas regressa no dia 10 de junho com novo visual gráfico
Um Ciberdúvidas com cara nova
Para desfazer confusões sobre a nova ortografia
O português no espaço digital
Em português, sempre
«Acordo Ortográfico bem encaminhado»
Brasileirismos, calão e pronúncia
O regresso do «tu-cá-tu-lá do português de Angola», com os Mambos da Língua
Uma língua pluricêntrica e multicultural
Encontros e desencontros da nova ortografia

Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos