ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Abertura]

Angola, o Acordo Ortográfico e o seu vocabulário nacional

«A República de Angola defende a elaboração de um vocabulário ortográfico nacional e a retificação de determinadas bases técnico-científicas, para validar o Acordo Ortográfico no âmbito da Comunidade de Países de Língua Portuguesa», anunciou em Luanda a representante de Angola na Comissão Científica do Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), Ana Paula Henriques.

A notícia, veiculada no blogue do Instituto Internacional da Língua Portuguesa – e que fica disponível também na rubrica Acordo Ortográfico – clarifica de algum modo a posição de Angola, renitente até aqui, quanto à adoção do Acordo Ortográfico. Ao mesmo tempo, os seus responsáveis reiteram a vontade de elaborarem também o seu vocabulário ortográfico, de cujos trabalhos têm estado alheados, no contexto do Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa.

[Ver, ainda: Angola favorável ao Acordo Ortográfico, mas com melhorias + Angola propõe rectificações para aderir ao Acordo Ortográfico]


Na rubrica Controvérsias – porque disso se trata, de facto –, deixamos uma reflexão do nosso consultor D'Silvas Filho ainda a propósito da recomendação da entidade que, em Espanha, estimula o bom uso do castelhano nos meios de comunicação, quanto à expressão «crise humanitária».


«Será correto dizer "no espaço de um mês", misturando espaço e tempo», como quis saber o consulente Manuel Couto, de Lisboa? E «como denominar o aparelho que permite o registo biométrico?» – era a pergunta da consulente Alcinda Oliveira, do Porto. Finalmente, do Rio de Janeiro, chegou-nos a pergunta da estudante Karoline Angelici: «Por que usamos a expressão "ter um dedo de prosa" para designar uma conversa?» As respostas a estas três dúvidas ficam em linha na presente atualização do consultório do Ciberdúvidas.


Os 40 anos do fim da guerra colonial em Angola, na Guiné-Bissau e em Moçambique, comemorados neste mês, e o que tem sido vertido na literatura lusófona, são o tema central do programa Língua de Todos. Na sexta-feira, 17 de abril (às 13h30*, na RDP África; com repetição no dia seguinte, 18 de abril, às 9h10*), com uma conversa com o escritor e professor universitário açoriano Urbano Bettencourt. E, no programa Páginas de Português, transmitido no domingo, 19 de abril, às 17h00*, na Antena 2, a presidente da Associação de Professores de Português, Edviges Ferreira, comenta o programa de Português do ensino básico para o ano letivo de 2015/2016, em Portugal.

* Hora oficial de Portugal continental, ficando também disponível via Internet, nos endereços de ambos os programas.


Ciberdúvidas da Língua Portuguesa :: 15/04/2015

[Aberturas]
Ciberdúvidas regressa no dia 10 de junho com novo visual gráfico
Um Ciberdúvidas com cara nova
Para desfazer confusões sobre a nova ortografia
O português no espaço digital
Em português, sempre
«Acordo Ortográfico bem encaminhado»
Brasileirismos, calão e pronúncia
O regresso do «tu-cá-tu-lá do português de Angola», com os Mambos da Língua
Uma língua pluricêntrica e multicultural
Encontros e desencontros da nova ortografia

Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos