ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Diversidades]

Sobre o talian ou vêneto brasileiro *

Wilton Fonseca**

Mais de 200 línguas e dialetos são falados no Brasil, para além do português. Três dezenas delas têm origem em diversas comunidades imigrantes. É o caso do talian ou vêneto brasileiro, falado por meio milhão de pessoas – abordado neste texto do autor, publicado originariamante no jornal “i” do dia 18/09/2014 e que se completa neste vídeo disponível no YouTube:

 

 

No Seminário Ibero-Americano da Diversidade Linguística, que decorrerá no Paraná, em Novembro, as línguas asurini, guarani mbya e talian serão oficialmente incluídas no Inventário Nacional da Diversidade Linguística (INDL) do Brasil. O Inventário identifica, documenta e promove as línguas referenciais dos diferentes grupos sociais e linguísticos brasileiros.

Além do português, há no Brasil várias centenas de línguas. Três dezenas delas têm sido preservadas por comunidades de imigrantes. O talian, ou o vêneto brasileiro, é falado por meio milhão de  pessoas.

O talian foi levado por emigrantes do Vêneto e da Lombardia para o Rio Grande do Sul e Santa Catarina (a Serra Gaúcha, no Sul do país) no século XIX, quando o italiano ainda não era língua oficial e o uso do vêneto, do lombardo, do trentino e do friulano constituíam um reflexo do mosaico político-cultural da Itália setentrional. Ao longo dos anos, o talian ganhou o estatuto de veículo de comunicação comum a todas as comunidades brasileiras originárias do Norte de Itália.

O talian tem pouco a ver com o o dialecto que a Rede Globo criou para identificar nas suas telenovelas os ítalo-descendentes. Estes imitam de maneira vaga as características linguísticas das comunidades italianas de S. Paulo, onde sempre houve um contacto diário com os falantes do português. No Sul, os contactos foram mais escassos, o que acabou por preservar o vêneto, que será finalmente reconhecido como membro de pleno direito naquele generoso universo cultural moldado pelos portugueses.

 

Outros textos do autor

* texto publicado na coluna do autor "Pontos nos ii", no jornal i, de 18 de setembro de 2014, com o título "Talian". Manteve-se a grafia anterior ao Acordo Ortográfico seguida pelo jornal. :: 22/09/2014

Sobre o autor

** Wilton Fonseca é um jornalista português nascido no Brasil. Licenciado em Filologia Românica (Faculdade de Letras de Lisboa), onde lecionou Introdução aos Estudos Linguísticos, Sintaxe e Semântica do Português. Foi diretor de Informação das agências noticiosas Anop e NP, chefiou os serviços de comunicação das fundações Gulbenkian e Luso-Americana para o Desenvolvimento. Foi chefe de Informação (PIO) das missões de paz das Nações Unidas em Angola, Timor-Leste, Kosovo e Burundi. Foi diretor-geral da Leya em Angola.

 

Enviar:

Diversidades

Textos que versam sobre as variedades nacionais e regionais do português.

Esta língua nossa
Dues Lhénguas
Sobre o talian ou vêneto brasileiro
Amélia Mingas quer «maior aposta» no ensino das línguas nacionais em Angola
OK, eu amo-te
Multilinguismo
O discurso de Obama
Pontes sólidas
Línguas (quase) mortas
Inventário terá todos os idiomas falados no Brasil

Temas

Internet

Língua portuguesa em Timor

Línguas de Angola

Mirandês

Texto



Autores

Afonso Peres

Amadeu Ferreira

Ana Martins

António Valdemar

Arnaldo Niskier

Carlos Quiroga

Dellano Rios

Deonísio da Silva

Diogo Pires Aurélio

Duda Guennes

Edno Pimentel

Edson Athayde

Eduardo Fradkin

Eduardo Kattah

Eduardo Prado Coellho

Elsa Rodrigues dos Santos

Fernando Venâncio

Francisco Belard

Francisco Pereira

Gonçalo Neves

Helena Matos

Ida Rebelo

Janaína Simões

Joana Beleza,Pedro Santos Guerreiro

Joaquim Fidalgo

José Medeiros Ferreira

Larry Rother

Margarida Portugal

Maria Tereza Pimenta

Miguel Esteves Cardoso

Pasquale Cipro Neto

Renata Mariz

Rui Ramos

Teotónio R. de Souza

Valdemar Cruz

Vasco Graça Moura

Viale Moutinho

Wilton Fonseca

Zuleide de Barros


Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos