ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

Glossário

Erros mais frequentes

"GHETTO"
Forma aportuguesada: GUETO. Pode ter significação pejorativa: "ghetto homossexual", "ghetto intelectual".
GALICISMOS

Evitáveis, sobretudo se há a palavra correspondente em português vernáculo. Cf. PROPRIEDADE. [Vide Guia Essencial da Língua Portuguesa para a Comunicação Social, de Edite Estrela e J. David Pinto Correia.]

GÁS
...e não "gaz".
GENTÍLICOS
Os nomes que exprimam "proveniência" ou "naturalidade" grafam-se com caixa baixa e, no caso dos compostos onomásticos, levam sempre hífen. [Exemplos de casos normalmente mal empregues: afegão, albicastrense, azerbaijanês, calipolense (de Vila Viçosa), cingalês, corso, famalicense, fijiano (e não "fidjiano"), frexenista, gibraltino, lituano, milfontense, nicaraguano, panamense, paranaense, penafidelense, picuense, ponta-delgadense, são-luisense, são-tomense, sariano, tangerino, turinês, vila-franquense, viseense, zimbabuense].
GINECEU
...e não "geneceu". Cf. GRAFIA.
GORJETA
...e não "gorgeta".
GRAFIA
[1 - Algumas palavras de grafia difícil: abcesso (ou abscesso), acessível, ascensão, burburinho, calidoscópio, calvície, cassetete, circuncisão, digladiar, dirimir, displicência, dissensão, estultice, estupro, excepção, extemporâneo, fratricídio, lentejoula (e não "lantejoula"), feiticismo (e não"fetichismo"), idiossincrasia, pantomima (e não "pantomina"), pexote (e não "pixote"), privilégio, réstia (e não "réstea"), susceptível, surripiar, zulo (e não "zulu"), etc. 2 - Palavras de grafia dupla: abdómen/abdóme, espécimen/espécime, regimen/regime] cf. PRONTUÁRIO.
GRAMA

O grama e não "a" grama; substantivo masculino, e não feminino. Como drama, monograma, fotograma, programa, telegrama. A grama é outra coisa: é o mesmo que relva.

GRANJEAR
...e não "grangear".
GUISAR
...e não "guizar".
Glossário
Ciber Escola Ciber Cursos