ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Notícias]Língua portuguesa em Timor

"Presença portuguesa em Timor-Leste é uma farsa" *

Candidato socialista timorense diz que os líderes «mentem a Portugal» sobre a língua oficial

Avelino Coelho, candidato a primeiro-ministro pelo Partido Socialista Timorense (PST), afirmou hoje à Lusa que «a presença portuguesa em Timor-Leste é uma farsa» e que os líderes timorenses «mentem a Portugal» sobre a língua oficial.

«Os timorenses não foram sinceros (com Portugal) e apostaram no cavalo errado», afirmou, em entrevista à Lusa, Avelino Coelho, falando sobre a questão da língua oficial em Timor-Leste e das relações entre os dois países.

«Se fossem sinceros e se quisessem mesmo a língua portuguesa em Timor-Leste, cinco anos depois da independência já teríamos todas as escolas primárias com o ensino do português e já teríamos uma lei exigindo que quem investir em Timor fale e escreva em português», declarou Avelino Coelho.

«Passaram cinco anos», acrescentou o cabeça-de-lista do PST, e os líderes timorenses «vão para Portugal com discursos satisfatórios, regressam e não conseguem satisfazer o povo».

Os dirigentes timorenses, acusou Avelino Coelho, «vivem entre duas realidades: precisam dos apoios de Portugal, precisam daquele calor humano conseguidos dentro de 300 ou 400 anos da marcha da Humanidade, aos solavancos, mas estão perante esta realidade social: os jovens» que cresceram sob a ocupação indonésia.

«Podiam investir muito dinheiro nos primeiros anos, com reciclagem dos funcionários, se nós quiséssemos português», adiantou o líder do PST.

Também Portugal não contribuiu para a expansão da sua língua em Timor, acusou Avelino Coelho.

«Eu disse aos portugueses quando lá estive em 2000: se quiserem que o português seja a nossa língua oficial, não será uma língua em que falamos nos hotéis, nos restaurantes com os ovos estrelados».

«Invistam em Timor, disse aos empresários portugueses: 500 televisores, 500 professores, um para cada suco. Trabalhávamos em um ou dois anos e todo o Timor falaria português».

«A relação histórica entre Timor e Portugal é vinculada por dois elementos, a língua portuguesa e a religião, mas a identidade timorense é o tétum.

A ligação histórica que une os dois povos é esta. Não há problemas», afirmou Avelino Coelho, descendente de um minhoto que foi enviado para Timor pelo Estado Novo.

Se o PST fosse governo, colocaria em marcha legislação e programas para fazer do tétum «uma língua evoluída, a par do estudo do português».

Segundo Avelino Coelho, os falantes de português em Timor-Leste não devem ultrapassar hoje «5 a 6%» da população.

Sobre a contribuição de Portugal para o desenvolvimento de Timor-Leste, Avelino Coelho comentou que a antiga potência colonial «fez aquilo que podia fazer, os timorenses é que não souberam aproveitar este apoio».

Diário de Notícias - Funchal

* notícia publicada no Diário de Notícias-Funchal/Lusa, 24 de Junho de 2007 :: 25/06/2007

Enviar:

Notícias

Informação actualizada sobre todos os temas relativos à língua portuguesa.

"Presença portuguesa em Timor-Leste é uma farsa"

Mostra todosLíngua portuguesa em Timor


Temas

A origem e evolução das línguas indo-europeias

Celebrações

Cibercursos

Ciberdúvidas

Ciberescola

Congressos, conferências, colóquios

Ensino

Gerundismo

Investigação

Língua e norma

Língua portuguesa em Timor

literatura cabo-verdiana

Obituário

Projetos, campanhas

Provas/Exames - 2007

Sobre o Ciberdúvidas

TLEBS

Vocabulário Comum

Vocabulários Ortográficos



Autores

"Diário da República"

"Estado de S. Paulo"

"Público"

ADEPBA

"Diário de Notícias"

Diário de Notícias

Iniciativa

Iniciativa

Iniciativa

Iniciativa,

UNESCO

"Língua Portuguesa"

APSDI

Editorial Caminho

Lusa

Ministério da Educação

Público

Vodafone

Vodafone

Academia das Ciências de Lisboa

ADEPBA

AEPLE

Agência Estado

AiT

Ana Goulão

Ana Machado

André Almeida, Universidade de Cambridge

Ângela Marques

António Loja Neves

António Sampaio

António Valdemar

Associação de Cultura Lusófona

Associação de Professores de Português

Associação Portuguesa de Estudos Clássicos

Associação Portuguesa de Linguística

Câmara Municipal de Albufeira

Carlos Graieb

Carlos Rocha

Catarina Vaz Guerreiro

Chrys Chrystello

Ciberdúvidas

Ciberdúvidas da Língua Portuguesa

Ciberdúvidas da Língua Portuguesa

Ciberdúvidas/Antena 2

Ciberdúvidas/Antena 2 /Universidade Autónoma de Lisboa

Ciberdúvidas/Antena 2 /Universidade Autónoma de Lisboa

Ciberdúvidas/Antena 2/Universidade Autónoma de Lisboa

Ciberdúvidas/RDP-África

Ciberdúvidas/RTP/RDP

Ciberdúvidas/Universidade Autónoma de Lisboa/Antena 2

Clara Viana

Contacto Goa

Correio da Manhã

CPLP

CTT Correios de Portugal

David Borges

DGIDC

Diário de Notícias

Diário de Notícias

Editorial Caminho

Eduardo Oliveira Silva

El Correo Gallego (Espanha)

ESEAG

Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Fundação Vodafone/Ministério da Administração Interna

Fundação Vodafone/Porto Editora/Ministério da Educação

Grupo Parlamentar do Partido Socialista

ILTEC

Iniciativa pessoal

Instituto Camões

Instituto de Linguística Teórica e Computacional (ILTEC)

Isabel Leiria

ISEC

J.H.B.

José Castello

La Voz de Galicia

Lusa

Lusa

Margarida Botelho de Amaral Freire

Margarida Portugal

Maria João Guimarães

Marina Rievers

MÁRIO NEGREIROS

Ministério da Educação

Ministério da Educação de Portugal

Movimento 2014

Natália Faria

Nuno Lopes/Maria Augusta Gonçalves

Nuno Sá Lourenço

Obituário

Obituário

Partido Comunista Português

Paula Torres de Carvalho

Prefeitura do Rio de Janeiro

Presidente da República Portuguesa

Público

Rita Pimenta

Rita Tavares

Rodolfo Barbosa

RTP

RTP-N

Rute Coelho

SB/CMC

Sérgio Almeida

Sociedade da Língua Portuguesa

Sociedade da Língua Portuguesa/Vodafone

Susete Francisco

TSF

UNESCO

Universidade Lusófona

Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Vodafone


Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos