ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Pelourinho]

«Não gostei do invento» *

Edno Pimentel**

No evento (musical), a invenção deu-se na troca das duas palavras de sentido completamente distinto...

 

 

O ‘invento’ em epígrafe foi a venda do disco ‘Team sonho II’, em que participaram dois músicos angolanos.

A venda aconteceu [em Luanda] em vários sítios ao mesmo tempo e os músicos estavam divididos. Assim, muitos não conseguiram um autógrafo dos seus cantores favoritos porque esses, eventualmente, estavam noutras províncias. 

A produção tirou o gosto de muitos fãs terem os B4 (C4 Pedro e Big Nelo) juntos. Mas ficou com a Yola Araújo, a diva Ary, entre outros. Para mim – acredito que para muitos também –, a grande surpresa foi a integração, no grupo de cantores da LS, de Yanick, que se estreia com uma música de grande intervenção social. 

Em Viana, onde comprei os meus discos, a ‘enchente’ traduzia o carinho dos fãs pelos músicos. Enquanto eu pensava que era apenas o Tony, um jovem que seguia a fila à frente de mim, que se queixava da ausência do ‘Team de sonho’, de Mona Nicastro – o seu artista favorito, logo atrás vinha uma jovem, Lena, que criticava a saída de Anselmo Ralph. «Esse invento não está bom», disse a jovem Lena. «Como é que numa actividade com essa dimensão, o Anselmo não é convidado?», continuou.

«Isso é injusto. O meu cantor predileto é melhor do que muitos dos seleccionados aqui», reclamou Tony.

Mas aquilo de nada servia. Dissessem o que dissessem, o ‘team’ estava criado e restava apenas comprar o CD, ouvir e gostar (ou não).

Falando a sério, eu também não gostei do ‘invento’ da Lena. Já não havia nada a inventar, apesar de ser terem descoberto novos talentos com a criação do grupo. O que não estava certo e que muitos podem não gostar é dizer invento em substituição de evento.

As duas palavras existem, mas uma – evento –, nesse caso, é sinónimo de «acontecimento», «actividade». A outra – invento – significa «descoberta», «invenção». Mas não era o caso. Ela referia-se mesmo à actividade de venda, com os cantores todos reunidos. Para ela, o evento (a venda do álbum ‘team de sonho’) é que não estava boa. Não o grupo criado, ‘inventado’ pela LS.

 

Outros textos do autor

* Crónica publicada no semanário luandense Nova Gazeta, no dia 7 de maio de 2015, na coluna do autor, Professor Ferrão. Manteve-se a grafia anterior ao Acordo Ortográfico, seguida ainda em Angola. :: 08/05/2015

Sobre o autor

** Edno Pimentel é professor do ensino secundário em Luanda e assina no jornal Nova Gazeta a coluna Professor Ferrão sobre os usos da língua portuguesa em Angola.

 

Enviar:

Pelourinho

Registos críticos de maus usos da língua no espaço público.

«Em bom português»?
«Não gostei do invento»
«O português não merece ser tão maltratado»
Como dizer mal ("precaridade"),
escrevendo bem (precariedade)
Humanitário?
Erro dito, erro (não) publicado?
Aparentemente, Marcelo
Por uma campanha de alfabetização de economistas, gestores e deputados
Uma rajada de (des)acórdos
Motorista salvou morte?!

Temas

Abreviaturas

Apelidos plurais

atestação/significado de palavras

Atitudes linguísticas

concordância

Corruptela

Discurso

estrangeirismos

Falsas etimologias

Género

Gralhas

Inadequação vocabular

Mau uso da língua no espaço público

Neologismos

Numerais

ortografia

Pleonasmos

pontuação

pronúncia

regência

Revisão de texto

Sintaxe

Tempos e modos verbais

Tradução

Vídeos



Autores

A. Tavares Louro

Afonso Peres

Albano Estrela

Alexandre Praça

Álvaro Cidrais

Amílcar Caffé

Amílcar Caffé

Amílcar Caffé,

Ana Martins

Anselmo Borges

António Bagão Félix

Baptista-Bastos

Carla Viana

Carlos Ferreira

Carlos Marinheiro

Carlos Rocha

Carlos Rocha

Carlos Rodrigues Lima

Ciberdúvidas

Ciberdúvidas da Língua Portuguesa

D.C.

Daniel Oliveira

Duarte Calvão

Duda Guennes

Edite Prada

Edno Pimentel

Eduardo Oliveira e Silva

Emídio Fernando

Eunice Marta

Fernando Madrinha

Fernando Venâncio

Ferreira Fernandes

Francisco Belard

J. A. G.

J. A. G./J. M. C.

J. C. B.

J. M. C.

J. M. Nobre-Correia

J.A.G.

J.A.G./J.M.C.

J.C.B.

J.C.B./J.M.C.

J.C.B./J.M.C.

J.M.C.

J.M.C./J.C.B.

J.M.C./J.C.B.

J.M.C./M.R.R.

J.M.C./R.R.

J.M.M./J.M.C

Joana Capitão

João Alferes Gonçalves

João Alferes Gonçalves

João Alferes Gonçalves/José Mário Costa

João Alferes Gonçalves/José Mário Costa

João Cabrita

João Carreira Bom

João Carreira Bom

João Gobern

João Miguel Tavares

João Querido Manha

Joaquim Vieira

José Carlos Abrantes

José Manuel Matias

José Manuel Paquete de Oliveira

José Mário Costa

José Mário Costa,Maria Regina Rocha

José Mário Costa/Regina Rocha

José Neves Henriques

José Queirós

José Raimundo Correia de Almeida

Leonor Pinhão

Luís Carlos Patraquim

Luís Rainha

Luís Rainha

M. R. R.

M. R. R./J. M. C.

M.E.

M.R.R./J.A.G./J.M.C.

M.R.R./J.A.G./J.M.C.

M.R.R./J.M.C.

Manuel António Pina

Manuel António Pina

Manuel Matos Monteiro

Margarita Correia

Maria de Carvalho Torres

Maria João Matos

Maria João Matos

Maria João Matos/José Mário Costa

Maria Regina Rocha

Maria Regina Rocha,José Mario Costa

Maria Regina Rocha/J. A. G.

Maria Regina Rocha/J. M. C./R.G.

Maria Teresa Teixeira

Mário Bettencourt Resendes

Miguel Esteves Cardoso

Miguel Magalhães

Milagres Porto Leite

Nuno Abrantes Ferreira

Pasquale Cipro Neto

Paulo J. S. Barata

Paulo J. S. Barata/José Mário Costa

Pedro Mateus

R.R./J.M.C.

Regina Rocha

Regina Rocha

Regina Rocha/J.M.C.

Revista Veja

Ricardo Araújo Pereira

Rita Pimenta

Rui Araújo

Rui Cartaxana

Rui Gouveia

Rui Zink

Sandra Duarte Tavares

Teresa Álvares

Teresa Landeiroto

Vital Moreira

Wilton Fonseca


Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos