ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Pelourinho]estrangeirismos

Aparentemente, Marcelo *

Fernando Venâncio**

Apontamento que o escritor, ensaísta e linguista português Fernando Venâncio publicou na sua página do Facebook, em 14/12/2014, sobre o uso incorreto de aparentemente à francesa ou à inglesa, ou seja, como decalque semântico dos advérbios modalizadores apparemment e apparently.

 

 

Marcelo Rebelo de Sousa  [no seu comentário político, na TVI] conseguiu não chegar aos 20 empregos de «aparentemente», mas andou lá perto.

Sim: está instalada a desordem semântica. Nos bons velhos tempos, o advérbio em causa significava «à primeira vista», «na aparência». Assim, dizíamos: «Ele aparentemente é pobre», sugerindo que tem lá escondido um belo pé-de-meia.

Só que o francês apparemment e o inglês apparently significam outra coisa: aquilo que nós traduzimos por «pelos vistos», «segundo tudo indica», «tudo leva a crer que», e semelhantes. E é este exótico valor que o Sr., mais um ror de portugueses, passaram a dar a «aparentemente».

Estimado Dr. Marcelo Rebelo de Sousa: eu ouço embevecido, bastantes vezes com surpresa, e até com anuência (vem aí traulitada dos meus amigos), as suas bem trabalhadas análises. O Sr. bate em fluência a muito bem-falante da nossa praça, e tudo por mérito próprio, Mas poderia, neste ponto, cuidar melhor da expressão, garantindo, quanto lhe for possível, e quanto for desejável, alguma segurança na nossa semântica?

De antemão grato,

Fernando Venâncio

 

* Texto publicado em 14/12/2014 pelo autor na página que mantém no Facebook. :: 19/12/2014

Sobre o autor

** Fernando Venâncio (Mértola, 1944) formou-se em 1976 em Linguística Geral, na Universidade de Amesterdão. Aí se doutorou em 1995, com um estudo sobre as «ideias de língua literária em Portugal no século XIX». Publicou estudos sobre «brasileirismos em Portugal», as reformas ortográficas e o Português Fundamental. Tem escrito no Jornal de Letras (JL), no semanário Expresso e na revista Ler. É autor dos romances Os Esquemas de Fradique (1999) e El-Rei no Porto (2001) e da antologia Crónica Jornalística. Século XX (2004).

Enviar:

Pelourinho

Registos críticos de maus usos da língua no espaço público.

Aparentemente, Marcelo
Por uma campanha de alfabetização de economistas, gestores e deputados
(Des)memórias do cárcere...
Campeão português. Logo, em inglês.
Anglicismos escusados e... sem tradução
De dicionário em punho
para decifrar os anúncios e a publicidade... em inglês
Um cool nada fixe
Um caso de anglofilia...
Anglicismos da moda
Como (não) “empochar” o embolsar

Mostra todosestrangeirismos


Temas

Abreviaturas

Apelidos plurais

atestação/significado de palavras

Atitudes linguísticas

concordância

Corruptela

Discurso

estrangeirismos

Falsas etimologias

Género

Gralhas

Inadequação vocabular

Mau uso da língua no espaço público

Neologismos

Numerais

ortografia

Pleonasmos

pontuação

pronúncia

regência

Revisão de texto

Sintaxe

Tempos e modos verbais

Tradução

Vídeos



Autores

A. Tavares Louro

Afonso Peres

Albano Estrela

Alexandre Praça

Álvaro Cidrais

Amílcar Caffé

Amílcar Caffé

Amílcar Caffé,

Ana Martins

Anselmo Borges

António Bagão Félix

Baptista-Bastos

Carla Viana

Carlos Ferreira

Carlos Marinheiro

Carlos Rocha

Carlos Rocha

Carlos Rodrigues Lima

Ciberdúvidas

Ciberdúvidas da Língua Portuguesa

D.C.

Daniel Oliveira

Duarte Calvão

Duda Guennes

Edite Prada

Edno Pimentel

Eduardo Oliveira e Silva

Emídio Fernando

Eunice Marta

Fernando Madrinha

Fernando Venâncio

Ferreira Fernandes

Francisco Belard

J. A. G.

J. A. G./J. M. C.

J. C. B.

J. M. C.

J. M. Nobre-Correia

J.A.G.

J.A.G./J.M.C.

J.C.B.

J.C.B./J.M.C.

J.C.B./J.M.C.

J.M.C.

J.M.C./J.C.B.

J.M.C./J.C.B.

J.M.C./M.R.R.

J.M.C./R.R.

J.M.M./J.M.C

Joana Capitão

João Alferes Gonçalves

João Alferes Gonçalves

João Alferes Gonçalves/José Mário Costa

João Alferes Gonçalves/José Mário Costa

João Cabrita

João Carreira Bom

João Carreira Bom

João Gobern

João Miguel Tavares

João Querido Manha

Joaquim Vieira

José Carlos Abrantes

José Manuel Matias

José Manuel Paquete de Oliveira

José Mário Costa

José Mário Costa,Maria Regina Rocha

José Mário Costa/Regina Rocha

José Neves Henriques

José Queirós

José Raimundo Correia de Almeida

Leonor Pinhão

Luís Carlos Patraquim

Luís Rainha

Luís Rainha

M. R. R.

M. R. R./J. M. C.

M.E.

M.R.R./J.A.G./J.M.C.

M.R.R./J.A.G./J.M.C.

M.R.R./J.M.C.

Manuel António Pina

Manuel António Pina

Manuel Matos Monteiro

Margarita Correia

Maria de Carvalho Torres

Maria João Matos

Maria João Matos

Maria João Matos/José Mário Costa

Maria Regina Rocha

Maria Regina Rocha,José Mario Costa

Maria Regina Rocha/J. A. G.

Maria Regina Rocha/J. M. C./R.G.

Maria Teresa Teixeira

Mário Bettencourt Resendes

Miguel Esteves Cardoso

Miguel Magalhães

Milagres Porto Leite

Nuno Abrantes Ferreira

Pasquale Cipro Neto

Paulo J. S. Barata

Paulo J. S. Barata/José Mário Costa

Pedro Mateus

R.R./J.M.C.

Regina Rocha

Regina Rocha

Regina Rocha/J.M.C.

Revista Veja

Ricardo Araújo Pereira

Rita Pimenta

Rui Araújo

Rui Cartaxana

Rui Gouveia

Rui Zink

Sandra Duarte Tavares

Teresa Álvares

Teresa Landeiroto

Vital Moreira

Wilton Fonseca


Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos