ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Pergunta | Resposta]

Uma oração introduzida por «pelo que»

[Pergunta] Gostaria que me esclarecessem acerca da classificação da segunda oração que ocorre na frase: «A mortalidade já atingiu níveis próximos do zero, pelo que ninguém espera uma nova redução até ao final do século.» O seu sentido parece estar de acordo com a natureza das orações coordenadas conclusivas (introduzidas pela locução «por isso»), no entanto, a relação de causa-consequência que estabelece com a oração anterior poderá aproximá-la das orações subordinadas adverbiais consecutivas. Uma vez que o Dicionário Terminológico não esclarece esta situação, será que me poderão apresentar outros argumentos inequívocos?

Antecipadamente, agradeço a vossa atenção.

Ana Oliveira :: Professora :: Fátima, Portugal

[Resposta] Não tenho os argumentos inequívocos que a consulente pretende. À locução «pelo que» pode efetivamente ser atribuído um valor conclusivo, conforme já foi referido numa resposta anterior. No entanto, outros podem também ser-lhe atribuídos. Com efeito, apesar do seu significado conclusivo, a estrutura em questão é também suscetível de ser encarada como uma oração adjetiva relativa apositiva, com a função de modificador frásico.*

* Agradeço a  Rita Veloso, colaboradora da Gramática do Português da Fundação Calouste Gulbenkian e autora do capítulo aí dedicado à subordinação relativa (págs. 2061-2133), o seguinte esclarecimento (comunicação pessoal): «A frase em questão – «A mortalidade já atingiu níveis próximos do zero, pelo que ninguém espera uma nova redução até ao final do século» – é, efetivamente, uma oração relativa adjetiva. O seu antecedente é a oração principal e, quando temos um antecedente frásico, a relativa é sempre apositiva (ou explicativa). O nexo semântico é, realmente, conclusivo, mas os mesmos nexos semânticos podem ser estabelecidos através de diferentes nexos sintáticos. Se seguíssemos a classificação feita nas Áreas Críticas da Língua Portuguesa (João Peres e Telmo Móia, 1995, Editorial Caminho), diríamos que é uma oração relativa de frase, apositiva.»

Carlos Rocha :: 25/03/2015

[Sintaxe]
"Vê-se-te"= uma incompatibildiade entre pronomes
Coordenadas introduzidas por «ora... ora» e «ou... ou»
A classificação das orações
da frase «Saber ler é vital para que cada um se torne um cidadão informado»
A sintaxe do verbo reembolsar
Consequentemente, advérbio conectivo
A regência do verbo combinar antes de infinitivo
«Se bem me lembro»: uma oração condiconal de enunciação
Se com sujeito composto («a chegada do palestrante e a saída do público»)
A regência de fome
O pronome o como predicativo do sujeito

Mostra todas

Ciber Escola Ciber Cursos