ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Pergunta | Resposta]

A regência do substantivo recusa

[Pergunta] Deve-se dizer «ficou atónito perante a sua recusa em jantar», ou «ficou atónito perante a sua recusa de jantar»?

Carolina Marques :: Professora :: Porto, Portugal

[Resposta] Os dois usos estão corretos, e é também possível dizer ou escrever «a sua recusa a jantar». Ou seja, o substantivo pode ser seguido das preposições em, de e a antes de substantivo ou de verbo no infinitivo.

O Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia das Ciências de Lisboa, apresenta abonações do uso do substantivo recusa com as preposições em e de:

1 – «A recusa em apresentar desculpas valeu-lhe a perda de um amigo.»

2 – «O cliente pode fazer a recusa de qualquer produto danificado.»

O Dicionário UNESP do Português Contemporâneo também abona o uso de a:

2 – «Não esperava a recusa ao seu pedido de casamento.»

Ver ainda Francisco Fernandes, Dicionário de Regimes de Substantivos e Adjetivos, onde se confirmam estas regências.

Carlos Rocha :: 10/04/2015

[Léxico]
Eco-hidrologia
O neologismo técnico utência
Trecho e troço
O significado de fiada (Trás-os-Montes)
«Creme refirmante»
«Sumo sacerdote» e sumo-sacerdotal
A sintaxe do substantivo sombra
Confrádico
A pronúncia de espectador/espetador e expectativa/expetativa
Horizontalismo (calão de Portugal)

Mostra todas

Ciber Escola Ciber Cursos