ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Pergunta | Resposta]

A ordem dos apelidos em Portugal

[Pergunta] Não entendo bem como funcionam os apelidos em português: quantos há normalmente, qual se põe antes – acho que é o da mãe –, porque alguém que se chama Fernando João Duarte do Carmo Abrantes Fernandes simplifica em Fernando Fernandes.

Gostaria que me explicassem tal coisa.

Muito obrigada.

Laura N. Pérez Vázquez :: Professora de Galego :: Ordes, Espanha

[Resposta] Pelo menos, em Portugal, a tradição manda que o nome de um indivíduo seja formado por:

nome próprio (pode ter dois) + apelidos da família da mãe (até dois) + apelidos da família do pai (até dois).

Por exemplo:

1 – Joana Simões Lemos

Em 1, Joana é o nome próprio (o primeiro nome), Simões é o apelido da mãe, e Lemos, o do pai.

Há pessoas que têm cinco ou seis nomes, entre nomes próprios e apelidos:

2 – Manuel João de Almeida Fontes Machado da Silva

Em casos como estes, a pessoa abrevia o nome, de acordo com o seu critério, embora a tendência seja a de usar apenas o primeiro e o último apelido, que é o do pai:

3 – Manuel da Silva

Às vezes, em casos como o de 2, usam-se os dois últimos apelidos, que, como se disse, coincidem geralmente com os que são recebidos pela linha paterna:

4 – Manuel Machado da Silva

O caso que a pergunta nos apresenta – Fernando João Duarte do Carmo Abrantes Fernandes – enquadra-se nas situações descritas em 2 e 3, daí a simplificação Fernando Fernandes.

Pode haver, é claro, exceções a este procedimento, mas o que exponho parece-me o mais típico da atual antroponímia portuguesa.

Note-se que o registo do nome está regulado em Portugal, mas é menos rígido do que acabei de explicar quanto à atribuição dos apelidos e à ordem por que aparecem (ver critérios para formação de um nome no Instituto dos Registos e do Notariado).

Carlos Rocha :: 24/04/2015

[Outros]
A ordem dos apelidos em Portugal
Manuais de Português para estrangeiros
Apelidos/sobrenomes compostos
Euros e casas decimais
Variação, correção normativa e erro
«Resfriar os ânimos» vs. «refrear os ânimos»
«Espanhol do catorze»
Definição de prosódia como ramo da linguística
Acerca dos tópicos correntes na linguística
Galego-português e galego medieval

Mostra todas

Ciber Escola Ciber Cursos