ciberduvidas Ter dúvidas é saber. Não hesite em nos enviar as suas perguntas. Os nossos especialistas e consultores responder-lhe-ão o mais depressa possível.

[Abertura]

Dia da Língua Portuguesa urbi et orbi

Comemora-se a 5 de maio o Dia da Língua Portuguesa e da Cultura, assinalado em vários eventos, um pouco por todo o mundo (lusófono e não só). Alguns deles [fonte: portal da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e blogue do Instituto Internacional da Língua Portuguesa]:

– em Portugal, a conferência "A Língua Portuguesa na Ciência e na Inovação", na sede da CPLP, em Lisboa, e a V Bienal das Culturas Lusófonas, que decorre até 31 de maio, com apoio da Câmara Municipal de Odivelas e o alto patrocínio da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa e da Fundação Portugal-África (mais informação aqui);

– na França, o conjunto de conferências e oficinas que se realizam neste dia na Universidade da Sorbonne Nouvelle (Paris), sob o título "Contribuição da língua portuguesa para a construção de uma identidade comunitária" (ver programa aqui);

– em Timor-Leste, a Semana da Língua Portuguesa, entre 4 e 8 de maio, no Parlamento Nacional.

Para uma visão de conjunto das instituições que, espalhadas pelo mundo, se juntam a estas comemorações, consultar a página que lhes dedica o Camões-Instituto da Cooperação e da Língua.

Chamamos também a atenção para poemas e outros textos literários em louvor da língua hoje de oito povos disponibilizados na rubrica Antologia, de autores lusófonos de todos os tempos. Por exemplo, estes, escritos especialmente para o Ciberdúvidas:

Uma língua que aceita brincadeiras

Perguntas à língua portuguesa

A Nossa Língua Portuguesa

Uma língua que não se defende, morre


Deixamos disponível aqui o debate sobre o Acordo Ortográfico de 1990 que a Antena 2 transmitiu em 29 de abril p. p., com moderação do jornalista Luís Caetano. Nele intervieram o professor universitário João Malaca Casteleiro, um dos principais autores do referido documento, em representação da Academia das Ciências de Lisboa, e a escritora Teolinda Gersão, destacada adversária da nova ortografia.

N. B. – Tendo-se notado, ao longo do debate, algumas hesitações dos participantes sobre as percentagens das palavras que em Portugal e no Brasil são afetadas pelo Acordo Ortográfico, para o devido esclarecimento, recomenda-se a consulta, nas págs. 24-25, do parecer que o ILTEC (Instituto de Linguística Teórica e Computacional) apresentou, em 21 de março de 2013, ao Grupo de Trabalho para Acompanhamento da Aplicação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, da Comissão de Educação, Ciência e Cultura da Assembleia da República Portuguesa, no contexto da Audição Parlamentar N.º 3-GT-AAAO-XII. Um índice-resumo deste parecer encontra-se aqui, e o texto integral aqui.


 Os usos do português de Angola voltam ao Nosso Idioma com uma crónica de Edno Pimentel, que regista um caso de eponímia: a conversão do nome comercial Shelltox em nome comum e sinónimo de inseticida. O consultório analisa um caso de vírgula antes da conjunção e, comenta um uso recente que envolve a coordenação de palavras prefixadas («intra e interurbano», em vez de «intraurbano e interurbano») e deteta a interferência semântica do inglês em certas ocorrências do adjetivo material.


Ciberdúvidas da Língua Portuguesa :: 04/05/2015

[Aberturas]
Ciberdúvidas regressa no dia 10 de junho com novo visual gráfico
Um Ciberdúvidas com cara nova
Para desfazer confusões sobre a nova ortografia
O português no espaço digital
Em português, sempre
«Acordo Ortográfico bem encaminhado»
Brasileirismos, calão e pronúncia
O regresso do «tu-cá-tu-lá do português de Angola», com os Mambos da Língua
Uma língua pluricêntrica e multicultural
Encontros e desencontros da nova ortografia

Mostra todos

Ciber Escola Ciber Cursos